quarta-feira

Almoço Neotixer no Chuck

A Neotix fica bem ali no começo da Berrini, Número 828. A dúvida entre os Neotixers era a de sempre: e aí, onde vamos almoçar hoje? Sem saída, Rosinha, Simpatia, Mineiro, Banana, Villa Felice, todos esses são perto da Berrini, mas de vez em quando um almoço no shopping vai bem.

Hoje a escolha foi um tal de Chuck. ChUcK? Tudo menos isso! Calma, não é aquele Boneco Assassino, psicopata, perverso, imortal e sádico. Até ele, sendo tudo isso não conseguiu escapar do casamento. Hoje, até filho já tem. Estamos falando do Incrível Chuck: Chuck Norris! Quer dizer: CHUCK NORRIS, ou com mais exatidão [Chuck Norris].

Tá aí uma coisa difícil de imaginar. Chuck Norris pilotando fogão. Nosso Chuck só pilota o caixa! São 9 tipos de pratos por $10, sem salada. Salada é muita frescura para um cara como o Chuck.

Com salada, soma $3; com ovo, soma $1. Suco? Só tem de laranja, e com pouco gelo, por $1,5. E quer saber? No Chuck eles não vão querer saber dessa sua reclamação.

Garçom:
- Como assim a gema está mole?
Ivo:
- É que eu só gosto de comer gema mole.
Garçom tentando se controlar:
- O QUE? ?
- Olha bem na minha cara seu covarde. Você pediu um puto de um ovo e eu trouxe o puto do ovo. O que mais você quer?

Com o Chuck Nóia é assim. Pediu levou. Igual no exército. O difícil foi na hora de pagar, desconfiava que todo mundo queria dar o golpe, mas ninguém levava o Chuck a sério. Também, o cara se acha idêntico ao original e adora isso. Dá só uma olhada.



Na boa, ele parece mais um dublê com medo de altura, isso sim.

História foi baseada em fatos reais.

A vingança da vovó zureta

quinta-feira

Fantasia do Caraleooo!

Conto Edificante

Neurônio masculino

Havia um único neurônio no cérebro de um homem.
Um dia, um outro neurônio passa por lá meio apressado.
O neurônio solitário diz:
- Olá! Tudo bem? Como vai? Prazer em vê-lo! Vamos Conversar?
O neurônio que passava pelo cérebro estranha a hospitalidade e responde:
- Olá, companheiro! Posso saber o motivo de tanta
felicidade ao me ver?
-Quer saber? Você é o primeiro neurônio que vejo passar
por aqui depois de décadas... Estou sozinho há tanto tempo nesse maldito
cérebro...
- Mas espera aí... há quanto tempo você está aqui solitário?
- Bem... Desde sempre... Sempre estive aqui...
- Cara, mas você é burro mesmo!
Desce pro pinto ... Tá todo mundo lá!